Informação sobre ansiedade, enquanto patologia, causas, sintomas e tratamento da ansiedade, identificando o diagnóstico de fobias, transtorno de pânico, obsessivo, de estresse e  ansiedade generalizada, com dicas para a sua prevenção.


quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Transtornos comuns de ansiedade

Os transtornos de ansiedade são um grupo de doenças mentais que levam as pessoas a sentirem-se excessivamente amedrontadas, afligidas, ou desconfortáveis durante situações em que a maioria das outras pessoas não experimentam os mesmos sentimentos. Quando os transtornos de ansiedade não são tratados, estes podem ser severamente incapacitantes e podem afetar negativamente as relações ou capacidade de trabalhar ou estudar, e pode mesmo afetar atividades regulares e quotidianas, como ir às compras, cozinhar ou sair.
Os transtornos de ansiedade são as doenças mentais mais comuns na América, afetando em torno de 20 por cento da população em dado momento. Felizmente, existem muitos bons tratamentos para distúrbios de ansiedade. Infelizmente, algumas pessoas não procuram tratamento para sua doença, porque não percebem o quão grave são os seus sintomas ou por vergonha de procurar ajuda.

Transtornos de ansiedade mais comuns, incluem:
• Transtorno do Pânico - caracterizado por "ataques de pânico", em que os resultados do transtorno de pânico criam sentimentos repentinos de terror que podem ocorrer várias vezes, e por vezes sem aviso prévio. Os sintomas físicos de um ataque de pânico incluem dor no peito, palpitações cardíacas, dores de estômago, sensação de estar desconectado, e medo de morrer.
• Transtorno Obsessivo-Compulsivo - Este é caracterizado por pensamentos repetitivos, intrusivos, irracionais e indesejados (obsessões) e/ou rituais que parecem impossíveis de controlar (compulsões). Algumas pessoas com Transtorno Obsessivo-Compulsivo têm compulsões específicas (por exemplo, contagem, arranjos, limpeza) que "devem realizar" várias vezes por dia, a fim de liberar momentaneamente a ansiedade de que algo ruim possa acontecer para si ou para alguém que amam.
• Transtorno de Estresse Pós-Traumático - Quando as pessoas experimentam ou assistem a um evento traumático, como abuso, um desastre natural, ou violência extrema, é normal ficarem angustiadas e sentirem-se "no limite" por algum tempo após esta experiência. Algumas pessoas que experimentam eventos traumáticos têm sintomas graves, tais como pesadelos e flashbacks, ficando muito facilmente assustadas ou com medo, ou com sensação de dormência/irritabilidade, que duram semanas ou até meses após o evento e são tão graves que tornam difícil uma pessoa voltar a trabalhar, ter relacionamentos amorosos, ou "voltar ao normal".
• Fobias - A fobia é um medo irracional e a desativação de algo que realmente representa pouco ou nenhum perigo real para a maioria das pessoas. Este medo pode ser muito incapacitante quando conduz a evasão de objetos ou situações que possam causar sentimentos extremos de terror, medo e pânico.
• Transtorno de Ansiedade Generalizada - Uma grave, crónica e exagerada preocupação com eventos diários é o sintoma mais comum em pessoas com Transtorno de Ansiedade. Esta é uma preocupação que tem a duração de pelo menos seis meses, fazendo com que seja difícil concentrar-se e realizar atividades rotineiras, acontecendo durante muitas horas por dia, em algumas pessoas.
• Transtorno de Ansiedade Social - Um medo intenso de situações sociais que levam a dificuldades nos relacionamentos pessoais e no local de trabalho ou na escola. Indivíduos com transtorno de ansiedade social, muitas vezes têm um medo irracional de ser humilhados em público por "dizer algo estúpido", ou "não saber o que dizer".

Pessoas com transtornos de ansiedade são mais propensas a usar ou abusar de álcool e outras drogas, incluindo benzodiazepinas, opiáceos (por exemplo, analgésicos, heroína) ou cigarros. Isto é conhecido como auto-medicação. Algumas pessoas usam drogas e álcool para tentar reduzir a sua ansiedade. Esta situação é muito perigosa, porque, apesar de algumas drogas provocarem diminuição de sintomas de ansiedade em algumas pessoas, quando elas são tomadas de modo exagerado ou por algum tempo tornam ainda pior os sintomas de ansiedade.

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL